Olho seco

O que é olho seco

O olho seco, ou ressecamento ocular, é uma condição crônica que afeta milhões de pessoas no Brasil.1 O olho seco ocorre quando as glândulas responsáveis pela produção das lágrimas estão inflamadas e não conseguem produzir lágrimas suficientes, ou produzem lágrimas de má qualidade. Como resultado, o olho fica seco e irritado.2

Toda vez que piscamos uma camada fina de lágrima se espalha sobre a córnea, a parte transparente e mais superficial dos olhos. Essa camada é responsável por hidratar e formar uma espécie de capa protetora, que lubrifica os olhos e limpa qualquer detrito que cause danos ou atrapalhe o campo de visão.3

A ocorrência do olho seco de forma crônica, ou seja, por um longo período, também recebe o nome de Síndrome do Olho Seco.4

Quem pode ter olho seco?

Qualquer pessoa pode enfrentar o ressecamento ocular, já que essa condição é causada por diferentes fatores. Trata-se de uma das condições mais diagnosticadas pelos oftalmologistas.4 O olho seco é mais comum em pessoas acima dos 40 anos. Além disso, as mulheres estão mais sujeitas ao olho seco na fase da menopausa – e aquelas que apresentam a menopausa precoce têm maior probabilidade de ter a superfície do olho danifica por conta do olho seco.4

O que causa o olho seco?

Diferentes causas combinadas ou isoladas podem levar ao ressecamento ocular e/ou à Síndrome do Olho Seco. Algumas causas são agravadas pelo ambiente – como poluição, tabagismo, tempo seco, vento, ar condicionado, etc. –, enquanto outras estão relacionadas a mudanças nos sistema nervoso, hormonal e/ou imune de um indivíduo. Hábitos da vida moderna, como o uso de tablets, computadores e smartphones também diminuem a frequência do piscar, provocando o ressecamento dos olhos. Além disso, algumas doenças e medicamentos também podem causar olho seco.4

Conheça todas as causas do olho seco na aba Diagnóstico.

O que é olho seco

Nos estágios iniciais, o olho seco causa uma irritação leve. Com o passar do tempo, os olhos ficam menos hidratados e protegidos. Os sintomas ficam bem mais incômodos. Ardência, vermelhidão, lacrimejamento excessivo, sensação de areia ou de corpo estranho nos olhos são as principais queixas. O olho seco, se não diagnosticado e tratado adequadamente, pode danificar de forma permanente a superfície ocular.4,5

Muita gente acredita que esse incômodo nos olhos é passageiro e busca soluções sem a orientação médica adequada. Usam colírios indicados por amigos, soro fisiológico, água boricada e até descongestionantes, sem saber que podem estar arriscando a saúde dos olhos. Atenção: colírios não são todos iguais!

Por isso, é fundamental que logo que os sinais e sintomas do olho seco apareçam, o oftalmologista seja consultado. É ele quem diagnostica corretamente o problema, suas causas, e propõe o tratamento mais adequado.4,5

O tratamento correto do olho seco é feito com uma categoria de colírio chamada de lágrima artificial ou lubrificante oftálmico. O oftalmologista também pode indicar outros cuidados, como a adoção da higiene adequada da área externa ocular.6

Saiba mais sobre o tratamento do olho seco!

No Brasil, a Alcon – uma empresa do grupo Novartis e líder global em produtos oftalmológicos – disponibiliza diversas soluções para tratar e prevenir o ressecamento ocular. Conheça!

Systane® UL

Systane® UL é uma nova geração de lágrima artificial.7 Esse produto proporciona:
- Conforto imediato para os olhos;8
- Melhora da lubrificação dos olhos;8
- Proteção prolongada;8
- Alívio do ressecamento, irritação, ardor, sensação de areia e corpo estranho nos olhos.8

Esses sintomas podem ser provocados por: - Poeira;8
- Fumaça;8
- Raios ultravioletas;8
- Calor seco (sauna), ar condicionado e vento;8
- Cosméticos;8
- Exposição prolongada a tablets, smartphones, computadores e/ou aparelhos de televisão.8

Systane® Lid Wipes

Systane® Lid Wipes são lenços umedecidos para limpeza de pálpebras, cílios e remoção de maquiagem. É o único lenço umedecido específico para higiene ocular e remoção de maquiagem e que vem embalado individualmente. A embalagem individual preserva a umidade dos lenços, tornando a higiene e a remoção da maquiagem mais fáceis. Além disso, são lenços estéreis, prontos para uso e fáceis de transportar. A higiene ocular ajuda a prevenir, tratar ou diminuir a intensidade das inflamações na área dos olhos, como alergias oculares, blefarites e o próprio ressecamento ocular.

Qual a função das lágrimas?

Imagem sobre olho seco As lágrimas são compostas principalmente por três camadas, que juntas atuam para manter os olhos hidratados e protegidos. Essas camadas são compostas por gordura, água e muco. As três camadas são necessárias para criar o filme lacrimal, que hidrata e mantem os olhos saudáveis. Se ocorrer um problema com qualquer uma delas, o filme lacrimal não consegue envolver os olhos de forma adequada. A superfície ocular fica seca, levando ao desconforto e ao aparecimento de outros sintomas do olho seco.9,10

Os três principais componentes da lágrima, que protege a córnea, são:

1. Camada oleosa: localizada na parte externa do filme lacrimal, é responsável por estabilizar a camada aquosa e prevenir que ela evapore muito rapidamente.2

2. Camada aquosa: é a maior porção do filme lacrimal, que fornece toda a hidratação que o olho necessita para ficar confortável.2

3. Camada de muco: essa camada é a mais interna, formada por proteínas chamadas “mucinas” que revestem os olhos e permitem que a camada aquosa “grude” na córnea.2

Referências

1. Albert Einstein. Síndrome do olho seco. Disponível em: http://www2.einstein.br/einstein-saude/em-dia-com-a-saude/Paginas/sindrome-do-olho-seco.aspx. Último acesso em maio de 2016.
2. MyEyes.com. Dry Eye. Disponível em: http://myeyes.com/dry-eye.shtml Último acesso em maio de 2016.
3. 2007 Report of the International Dry Eye WorkShop (DEWS). Disponível em: http://www.tearfilm.org/dewsreport/pdfs/TOS-0502-DEWS-noAds.pdf. Páginas 75, 87.
4. National Eye Institute. Facts about Dry Eye. Disponível em: http://www.nei.nih.gov/health/dryeye/factsaboutdryeye.pdf. Último acesso em maio de 2016.
5. WebMD. Dry Eyes. Disponível em: http://www.webmd.com/eye-health/eye-health-dry-eyes. Último acesso em maio de 2016.
6. America Optometric Association. Dry Eye. Disponível em: http://www.aoa.org/dry-eye.xml. Último acesso em março de 2013.
7. Benelli U. Systane® lubricant eye drops in the management of ocular dryness. Clinical Ophthalmology (Auckland, NZ). 2011;5:783-790. doi:10.2147/OPTH.S13773.
8. Bula Systane® UL. Disponível em : http://www.farmaciasassociadas.com.br/BACKOFFICE/Uploads/Bula/7896548197738.pdf. Último acesso em maio de 2016.
9. Holly F, Lemp MA. Formation and rupture of the tear film. Exp Eye Res 1973; 15: 515-25.
10. Bron AJ. Diagnosis of dry eye. Surv Ophthalmol 2001; 45 Suppl 2: S221-6.
Systane Lid Wipes 25351.758880/2014-78
Systane UL 80153480163
AP3: BR1607504200-PH-JUL/16