Doença de Cushing

Diagnóstico da doença de Cushing

O diagnóstico da doença de Cushing correto é o primeiro passo para retomar sua saúde, porque ele é essencial para que você e seu médico possam determinar quais medidas e o melhor tratamento para você. Apesar disso, o diagnóstico da doença de Cushing pode ser desafiador por uma série de razões, como:1

  • Os sintomas da doença de Cushing variam entre os pacientes1
  • Os sinais e sintomas da doença de Cushing são similares e podem ser facilmente confundidos com os de outras condições mais comuns1
  • Se o tumor que causa a doença de Cushing (adenoma) for muito pequeno ele pode não aparecer e não ser detectado nos exames de ressonância magnética1
  • O tumor pode ficar "inativo" e liberar menos cortisol em alguns momentos. Tumores inativos podem “enganar” os resultados dos testes para o diagnóstico da doença de Cushing que medem os níveis de hormônios na sua urina, sangue ou saliva1

 

A doença de Cushing pode ser confundida com outras condições

Os médicos nem sempre pensam em “procurar” a doença de Cushing, porque ela é muito rara e seus sintomas são parecidos com o de doenças/condições mais comuns. Por isso, seu médico provavelmente terá que descartar uma série de outros diagnósticos antes de fazer exames para detectar a doença de Cushing, como:1

  • Gravidez1
  • Depressão ou outras condições psiquiátricas1
  • Alcoolismo1
  • Problemas de peso, como obesidade, causados por dieta inadequada e/ou falta de exercícios1
  • Diabetes mal controlado1
  • Síndrome do ovário policístico (SOP) 1

 

Como é feito o diagnóstico da doença de Cushing?

O processo para o diagnóstico da doença de Cushing normalmente leva tempo. Isso porque os pacientes podem não perceber os sintomas por algum tempo e suspeitar de outras doenças até receberem o diagnóstico da doença de Cushing. Diferentes testes podem identificar se seus sintomas são, de fato, resultado do excesso de cortisol (hipercortisolismo).2

Quando os exames confirmam que há um excesso de cortisol no corpo, testes adicionais são usados para determinar se esse hipercortisolismo é causado pela doença de Cushing ou por uma forma diferente da síndrome de Cushing. Cada teste pode ter que ser realizado várias vezes, porque o nível de cortisol em seu corpo pode mudar ao longo do dia. Então, a única maneira de garantir que os resultados são precisos é repetindo os testes.2

Geralmente, há 3 fases no processo de diagnóstico da doença de Cushing e você provavelmente visitará mais de uma especialidade médica, incluindo o endocrinologista.2

Fase I:
análise clinica e histórico de saúde

Avalia seu histórico de saúde e a probabilidade de que seus sintomas sejam causados pela doença de Cushing – ou por outras condições. Nesse momento é importante relatar o máximo de detalhes possível para seu médico, sem omitir nenhuma informação.2

Fase II:
confirmação do excesso de cortisol (hipercortisolismo)

Mede se o nível do hormônio adrenocorticotrópico (ACTH) está acima do normal. Se os níveis de ACTH estiverem altos você pode ter um tumor que está aumentando a produção desse hormônio. Se os níveis forem baixos você pode ter síndrome de Cushing causada por outra condição – e isso pode requerer outros exames.2

Fase III:
confirmação de que a doença de Cushing é a causa do hipercortisolismo

Mede se o nível do hormônio adrenocorticotrópico (ACTH) está acima do normal. Se os níveis de ACTH estiverem altos você pode ter um tumor que está aumentando a produção desse hormônio. Se os níveis forem baixos você pode ter síndrome de Cushing causada por outra condição – e isso pode requerer outros exames.2

 

Seu médico pode solicitar outros exames para confirmar o diagnóstico da doença de Cushing (ou excluir a possibilidade de outras doenças) e isso é absolutamente normal.

 

 

Referências


1. Cushing Disease. The challenges of diagnosing Cushing's disease. Disponível em: http://www.cushingsdisease.com/patient/your-diagnosis/challenges.jsp. Acesso em agosto de 2017.
2. Cushing Disease. It may take time to be diagnosed with Cushing's disease. Disponível em: http://www.cushingsdisease.com/patient/your-diagnosis/diagnostic-process.jsp. Acesso em agosto de 2017.